INFORMAÇÕES E SERVIÇOS PARA O CIDADÃO
ADAPI - Agência de Defesa Agropecuária do Estado do Piauí
Mapa das USAV's
Últimas Galerias de Fotos
DIA DA MULHER SADA
DIA DA MULHER SADA
 
FOTOS CAMA DE AVIÁRIO
FOTOS CAMA DE AVIÁRIO
FISCALIZAÇÃO JAICÓS
FISCALIZAÇÃO JAICÓS
 
EXIGÊNCIAS ZOOSSANITÁRIAS EXPOAPI.
EXIGÊNCIAS ZOOSSANITÁRIAS EXPOAPI.
+ Mais Galerias de Fotos...
Ação conjunta entre Adapi e CREA-PI interdita agrotóxicos em Bom Jesus
01/07/2024 - 16:05  
  
Twitter 
Google+ 
Produtos com características de fracionamento para venda

Uma ação conjunta da Agência de Defesa Agropecuária do Piauí (Adapi) e do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (CREA-PI) nos dia 25 e 26 de junho ajudou a coibir a comercialização de agrotóxicos e afins fracionados e produtos comercializados para culturas não registradas no Ministério Agricultura e Pecuária.

Os fiscais estaduais agropecuários, engenheiros agrônomos Karlyson Carvalho e Ruy Lobão se deslocaram da sede, em Teresina, com destino a Bom Jesus, compor a equipe com fiscais do CREA Paulo George e Gilberto dos Santos, com a finalidade de fiscalizar revendas de agrotóxicos e apurar uma denúncia de venda fracionada de agrotóxico em uma revenda no mesmo município. A ação foi conjunta com uma equipe local de fiscais do CREA composta pelos técnicos Paulo George e Gilberto dos Santos.

A equipe inicialmente apurou a denúncia de venda fracionada e, ao chegar ao local e fazer todo o levantamento, encontrou muito material para esse tipo de infração, como embalagens de agrotóxicos abertas vazias, garrafas pets com suas tampas e um funil, além de 88,5 Kg e 95,4 L de produto vencido, sendo os mesmos interditados e o proprietário autuado.

Outras 5 revendas foram fiscalizadas, sendo uma trabalhada a orientação de todo o protocolo para registro, devido ao interesse em começar a atividade de comercialização de agrotóxicos, enquanto as outras 4 revendas estavam com seus registros vencidos, tendo sido iniciado todo o procedimento de legalização da atividade, iniciando pelo laudo de vistoria, realizado de imediato.

“Os produtos vencidos foram interditados para recolhimento do fabricante para destinação adequada e o proprietário foi autuado por esta comercializando agrotóxicos fracionados. A infração é considerada gravíssima, pois os agrotóxicos comercializados não possuem rótulo e nem bula com informações importantes sobre dosagem, intervalo de segurança, período de carência, classe de uso, classe toxicológica, primeiros socorros etc. Sem essas informações o usuário pode ocasionar além de prejuízos econômicos no campo, colocar o meio ambiente exposto em risco e também a saúde pública”, explicou Olavo Castelo Branco, coordenador do controle de agrotóxicos da Adapi.

Compra legalizada

A Adapi informa que agrotóxicos só podem ser vendidos por comércio devidamente registrado, o que pode ser identificado por um documento emitido pelo órgão, estilo Alvará, que deve ficar em local visível e renovado anualmente, além da empresa ser obrigada a emitir Nota Fiscal de compra, exigir o receituário agronômico e receber a embalagem vazia do produto que o cliente comprou.

ATENÇÃO!

Produtor, fique atento ao prazo de entrega de sua embalagem vazia que é de até 1 ano após a data de compra na nota fiscal.


Paulo Melo Segundo
Ascom da Adapi
Agência de Defesa Agropecuária do Piauí - ADAPI
Rua 19 de Novembro, 1980 - Morro da Esperança
Teresina-PI - CEP 64.002-000 Telefones: (086) 99462-1644 | (86) 2222-1710